EP 293: Melhores Filmes do Semestre | Vencedores de Cannes 2021

[Spike, Entregue a Palma Certa!]

Começamos o episódio da semana pelas confusões na cerimônia de entrega dos prêmios do Festival de Cannes. Spike Lee não deve ter lido o roteiro e se atrapalhou ao soltar o spoiler dos spoilers. Debatemos a premiação, as trapalhadas e a expectativa sobre os filmes que vêm pela frente.

É chegada a hora de um balanço desse primeiro semestre do ano (10:50). Ainda distante das salas de cinema e com lançamentos que começam a aparecer, quais filmes se destacaram? O top 10 individual dos varandeiros deixa filmes a serem descobertos, além de apontar os nossos favoritos.

E mais: No Momento Belas Artes à La Carte recomendamos o clássico futurista de Fritz Lang. O Puxadinho da Varanda destaque para o Festival Ecrã, e para o encerramento da trilogia com Rua do Medo: 1966 – Parte 3. No Cantinho do Ouvinte, o Metavaranda dos Ouvintes e os comentários sobre o episódio anterior. Bom Podcast!

| Varandeiros |

Chico Fireman @filmesdochico
Cris Lumi @crislumi
Michel Simões @michelsimoes
Tiago Faria @superoito

| Cinema na Varanda nas redes sociais |

Facebook: facebook.com/cinemanavaranda
Twitter: @cinemanavaranda
Instagram: cinemanavaranda
e-mail: podcastcinemanavaranda@gmail.com
Anchor: anchor.fm/cinemanavaranda

*Gravado no domingo, 18 de julho, via internet.

9 comentários sobre “EP 293: Melhores Filmes do Semestre | Vencedores de Cannes 2021

  1. Terminando o programa completamente emocionado pelos comentários de vocês no final sobre o livro e a cartinha. Uma honra tornar-me o ouvinte favorito. Haha. Farei comentários toda semana para que o cantinho do ouvinte nunca fique sem nenhum. E por falar no programa, Titane, Memoria e Drive My Car são os filmes de Cannes que mais estou aguardando. E gostei bastante das listas de vocês dos melhores do semestre porque tem muitos filmes que não conhecia e vou procurar pra ver.
    Forte abraço a todos!

    Curtir

  2. Não sou capaz de falar os melhores do ano, eu sequer sei relacionar o que é desse ano ou não.
    Mas pelo que citaram, com certeza na minha não falta First Cow e nem Malmkrog! Dois filmaços.
    Eu assisti toda a trilogia do Rua do Medo, também acho o segundo o melhor, mas no final, acho uma picaretagem sem tamanho; não é questão de plot twist, o problema fazer o plot e não se sustentar sequer como projeto.
    Alerta de SPOILER: Como podem fazer toda a construção de filme de bruxa, criar um estrutura por 180 minutos de toda uma mitologia em volta disso, para de repente falar que sequer existe bruxa nenhuma? Não dá.

    Curtir

  3. Gente, eu estava vendo a lista da competição oficial do festival de Cannes deste ano e reparei que não tinha nenhum filme latino-americano e, praticamente quase todo ano, eles nunca selecionam nenhum filme do nosso continente, excetuando os filmes do Kleber. Sem contar que sempre tem um filme do Oriente Médio ou asiático, que no final acabam ganhando prêmios e indo pro Oscar. E nem são tão bons assim. Eu gostaria de saber porque eles tem tanto preconceito com o nosso cinema e porque cinema iraniano é tão ovacionado por europeu. Eu duvido que a gente não tenha conseguido produzir um filme decente para participar da mostra principal.
    Abraços.

    Curtir

    1. Olá varandeiros, como sempre um ótimo episódio, parabéns. Esse papo sobre Cannes e principalmente o Instagram estrelado do nosso conterrâneo Kleber Mendonça filho me fizeram ter uma curiosidade. Se um dia vocês fossem chamados para o júri de um grande festival, com que nome da indústria gostariam de dividir essa tarefa? E aquele nome que vocês achariam um saco conversar pra chegar em um consenso quanto aos prêmios?

      Curtir

  4. Assisti ontem o filme angolano “Ar Condicionado” no Mubi e gostaria muito de conversar com o Chico a respeito, já que ele o colocou na lista dos melhores do primeiro semestre. Achei o filme realmente muito bem fotografado, mas fiquei meio desconectado com a história. Seria possível essa troca de ideia? =)

    Curtir

  5. A cada semana que passa ele fica mais apreensivo. O evento que só acontece a cada 23 meses está chegando.
    – O que eles vão fazer dessa vez, meus deus? E se eles não lembrarem?
    A incerteza parece corroer Alisson por dentro, mas ele precisa continuar:
    – Só mais sete… Só mais sete e estarei livre

    Curtir

  6. Vi pouquíssimos filmes bons esse ano e não encheriam um top 10. Mas um que me cativou foi citado pelo Chico ao fim do episódio, o italiano Um Clássico Filme de Terror.
    Longe de ser um grande filme, mas me surpreendi positivamente com o rumo que o filme toma no final. Consegue rir do público e de si mesmo, se transformando quase numa galhofa. E gostei bastante das cenas de tensão e horror.
    Acompanho o podcast desde o primeiro ano e estou ouvindo todos outra vez, desde o começo, e é muito bom perceber todas as mudanças que ocorreram até hoje. Abraços, varandeiros. E que venha o episódio 300! Sucesso pra vocês!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s