EP 288: First Cow | Shiva Baby

[A Rainha do Gado]

Agora é a vez do cinema indie americano invadir a varanda. Finalmente, um filme de Kelly Reichardt em debate no podcast. First Cow: A Primeira Vaca da América é um faroeste sobre amizade e os alicerces do capitalismo americano. Já Shiva Baby (33:43) marca a estreia da canadense Emma Seligman em um longa sobre um inesperado encontro de uma jovem e seu sugar daddy num funeral judaico.

E mais: No Momento Belas Artes à La Carte recomendamos um clássico do cinema australiano. O Puxadinho da Varanda destaque para a série Loki, o Festival 8 ½: Festa do Cinema Italiano, e os filmes Eu Estava em Casa, Mas… Quando Éramos Bruxas, Jeanne Dielman, e Eu, Tu, Ele e Ela.. No Cantinho do Ouvinte, o Metavaranda dos Ouvintes e os comentários sobre o episódio anterior. Bom Podcast!

| Varandeiros |

Chico Fireman @filmesdochico
Cris Lumi @crislumi
Michel Simões @michelsimoes
Tiago Faria @superoito

| Cinema na Varanda nas redes sociais |

Facebook: facebook.com/cinemanavaranda
Twitter: @cinemanavaranda
Instagram: cinemanavaranda
e-mail: podcastcinemanavaranda@gmail.com
Anchor: anchor.fm/cinemanavaranda

*Gravado no segunda, 14 de maio, via internet.

2 comentários sobre “EP 288: First Cow | Shiva Baby

  1. Salve Varanda!
    Realmente First Cow já é favorito pra lista de melhores do ano. Que filme!
    Fui sem saber muito e o pouco que eu li da sinopse me fez pensar em outra coisa. O filme me pegou em uns lugares inesperados. Pode ser que fiz conexões particulares com o nosso contexto de pandemia e pandemônio do nosso país, mas foi inevitável. Eu gosto de cozinhar e a cozinha tem sido um desses lugares de prazer e delicadeza em meio a essa tragédia toda que é o Brasil em 2021. A relação de Cookie com King Lu e com os não humanos (plantas, cogumelos, vaca, mel etc.), o ato de transformar o cru em cozido e ofertar para alguém colocando um sorriso no rosto de quem come me fizeram pensar que vale a pena insistir na beleza e no afeto, seja em um contexto de modernidade brutalizante (como no filme), seja na catástrofe brasileira bolsonarista.
    Abraços!

    Curtir

  2. Fala Varandeiros.
    First Cow também foi um dos meus filmes favoritos do ano passado. E Shiva Baby eu achei interessante, mas apenas ok. Porém vejo nessa diretora bastante potencial.
    Uma das coisas mais legais que vocês fazem no podcast, que nem passava pela minha cabeça fazer, e depois de vocês eu passei a fazer também foi assistir as estrevistas dos autores e envolvidos. Não com o intuito de mudar minha visão nem nada assim, mas para acrescentar a minha experiência como um todo, e isso é sempre muito positivo. Sem falar que, assim como o Tiago teve com Shiva Baby, você pode até repensar sobre o filme depois das entrevistas, seja pra positivo ou pra negativo. O maior exemplo disso pra mim foi com Azul é a Cor Mais Quente, que quando vi a primeira vez achei fantástico, mas quando li sobre as acusações e vi as entrevistas das atrizes sobre o diretor e as gravações, a minha visão sobre as cenas de sexo do filme e alguns outros aspectos mudaram completamente. Aliás, o que vocês acham desse filme e dessa polêmica?
    Ps: a empolgação do Chico com First Cow é tão acolhedora que me deu vontade de rever o filme assim que o programa acabou.
    Forte abraço a todos!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s