EP 260: Era uma Vez um Sonho | Jallikattu

[A Familia Buscape e o Búfalo Selvagem]

Era Uma Vez um Sonho (9:54) tem direção de Ron Howard em um projeto formatado para buscar indicações ao Oscar, principalmente por sua dupla de atrizes: Glenn Close e Amy Adams. Quais seriam as chances desse melodrama sobre uma família interiorana e complicada às voltas com o eterno sonho americano?

Um surpreendente filme de ação indiano completa o episódio. Na trama, um búfalo escapa de um abatedouro e todos os homens de um vilarejo saem em uma corrida frenética para capturá-lo. Jallikattu (38:09) vai emplacar mais uma Indicação ao Oscar de Filme Estrangeiro para a Índia?

No Momento Belas Artes à La Carte recomendamos um filme de Nanni Moretti. No Puxadinho da Varanda destaque aos filmes Pacarrete, O Barco, A Verdadeira História de Ned Kelly. E, no Cantinho do Ouvinte, os comentários dos varandeiros sobre o episódio anterior. Bom Podcast!

| Varandeiros |

Chico Fireman @filmesdochico

Cris Lumi @crislumi
Michel Simões @michelsimoes
Tiago Faria @superoito

| Cinema na Varanda nas redes sociais |

Facebook: facebook.com/cinemanavaranda
Twitter: @cinemanavaranda
Instagram: cinemanavaranda
e-mail: podcastcinemanavaranda@gmail.com

Gravado na segunda, 30 de novembro, via internet.

6 comentários sobre “EP 260: Era uma Vez um Sonho | Jallikattu

  1. Olá Varandeiros,

    Já que estamos em época de retrospectiva, eu gostaria de saber a opinião de vocês e, principalmente do Tiago, sobre os melhores álbuns de música do ano. Eu sei que não tem nada a ver com o tema do podcast, mas é tão bom escutar vocês falando sobre outras coisas além de cinema. Se Future Nostalgia não tiver nessa lista, não precisa nem comentar. Brinks. Com certeza, vocês fizeram meu ano de 2020 bem melhor. Adoro vocês.

    Abraços.

    Curtir

  2. Oi pessoal. O Ron Howard é um diretor eclético: ou faz filmes para o Supercine, como esse ou Uma Mente Brilhante, ou faz filmes para a Sessão da Tarde, como Cocoon ou Splash. No Era Uma Vez um Sonho ele conseguiu algo incrível. Apesar de todo o Oscar Bait com as atrizes (e eu até gosto da personagem da Glenn Close), o filme só me atrai com a história do protagonista adulto, justamente quando elas mal aparecem.

    Um grande abraço a todos!

    Curtir

  3. Olá Varandeiros,
    Por mais que a Netflix tenha tentado esse ano, ainda não temos o seu “Roma”, de 2018. Achei Era Uma Vez um Sonho e Mank, chatos, pretensiosos e muito aquém das expectativas geradas. O que diferencia os dois filmes é o final, onde no primeiro vemos como eram os personagens na vida real e Mank pelo menos não mostrou o Herman J. Mankiewicz,, neste caso deve ter uma notinha melhor dos varandeiros. Só pra reafirmar, amo o Podcast e estou ansioso pra ver a análise de Mank. Abraços a todos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s