EP 259: Babenco: Alguém tem que Ouvir o Coração e Dizer Parou | Casa de Antiguidades

[Brincando nos Campos do Oscar]

O Brasil fez sua escolha para mais uma vez tentar a esperada vitória no Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. Entre os 19 filmes inscritos, o documentário, Babenco: Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer Parou, dirigido por Bárbara Paz, será o nosso representante. Foi uma escolha surpreendente? O que achamos do filme e quais as chances dele nessa corrida pela estatueta dourada?

Um dos mais cotados para ser o escolhido era Casa de Antiguidades (38:37), do diretor estreante João Paulo Miranda Maria, e que carrega o selo do Festival de Cannes. Antonio Pitanga está no centro desse filme sobre intolerância, e tantas outras mazelas brasileiras.

No Momento Belas Artes à La Carte recomendamos um musical clássico da dupla Fred Astare e Ginger Rogers. No Puxadinho da Varanda destaque para alguns títulos de outros países que também tentam vaga no Oscar de Filme Estrangeiro e estão em streaming no Brasil, além de retomar o destaque de The Crown. E, no Cantinho do Ouvinte, os comentários dos varandeiros sobre o episódio anterior. Bom Podcast!

| Varandeiros |

Chico Fireman @filmesdochico

Cris Lumi @crislumi
Michel Simões @michelsimoes
Tiago Faria @superoito

| Cinema na Varanda nas redes sociais |

Facebook: facebook.com/cinemanavaranda
Twitter: @cinemanavaranda
Instagram: cinemanavaranda
e-mail: podcastcinemanavaranda@gmail.com

Gravado na segunda, 23 de novembro, via internet.

EP 258: Nunca, Raramente, Às Vezes, Sempre | Rosa e Momo

[Mulheres à Beira de um Ataque de Prêmios]

Nunca, Raramente, Às Vezes, Sempre (8:58), de Eliza Hittman, foi uma das sensações dos festivais de Sundance e Berlim. Disponível na Apple, o filme narra a jornada de uma adolescente para fazer um aborto, um tema retratado com pouca frequência por diretoras no cinema.

O Boletim do Oscar traz os indicados o Gotham e, na segunda parte(37:01), os filmes que já foram escolhidos para representar seus países no Oscar de Filme Estrangeiro, incluindo a pré-lista brasileira, e as chances de Sophia Loren ser indicada a melhor atriz por Rosa e Momo (42:10), onde ela é dirigida por seu filho.

No Momento Belas Artes à La Carte recomendamos um filme soviético que é dos maiores clássicos do cinema. No Puxadinho da Varanda (1:02:54) destaque para a nova temporada de The Crown, e os filmes A Febre e Quarto 212. E, no Cantinho do Ouvinte, os comentários dos varandeiros sobre o episódio anterior. Bom Podcast!

| Varandeiros |

Chico Fireman @filmesdochico

Cris Lumi @crislumi
Michel Simões @michelsimoes
Tiago Faria @superoito

| Cinema na Varanda nas redes sociais |

Facebook: facebook.com/cinemanavaranda
Twitter: @cinemanavaranda
Instagram: cinemanavaranda
e-mail: podcastcinemanavaranda@gmail.com

Gravado na segunda, 16 de novembro, via internet.

EP 257: Transtorno Explosivo | Ontem Havia Coisas Estranhas no Céu

[Essa Pequena É uma Parada]

Intensa, agressiva, carente: ela tem apenas nove anos, mas é um furacão indomável. O filme alemão Transtorno Explosivo, da diretora Nora Fingscheidt, é surpreendente ao retratar essa jovem que quebra com todo o sistema, entre doçura e histeria.

O diretor Bruno Risas filma sua família num momento complicado financeiro. O que é encenado e o que é improvisado em Ontem Havia Coisas Estranhas No Céu (22:32)? Um filme sobre fazer cinema, um filme sobre uma família paulistana, um daqueles filmes que vão surgindo durante suas filmagens, e, no caso, que ainda guarda um quê de sci-fi.

No Momento Belas Artes à La Carte recomendamos um filme clássico do cinema espanhol dirigido por Victor Erice. No Puxadinho da Varanda destaque para Os Novos Mutantes (46:05), além de dois filmes do Mix Brasil (50:02): Valentina e Vento Seco. E, no Cantinho do Ouvinte, os comentários dos varandeiros sobre o episódio anterior. Bom Podcast!

| Varandeiros |

Chico Fireman @filmesdochico

Cris Lumi @crislumi
Michel Simões @michelsimoes
Tiago Faria @superoito

| Cinema na Varanda nas redes sociais |

Facebook: facebook.com/cinemanavaranda
Twitter: @cinemanavaranda
Instagram: cinemanavaranda
e-mail: podcastcinemanavaranda@gmail.com

Gravado na segunda, 9 de novembro, via internet.

EP 256: Borat 2 | O que Ficou para Trás | Swallow | Tenet | Mostra de SP

[A Primeira Vez a Gente Nunca Esquece?]

Um episódio recheado de filmes, dos mais diversos gêneros. Três longas de estreantes, três destaques da Mostra SP, um filme-concerto em destaque, além de comentários rápidos sobre o novo de Christopher Nolan.

Quem diria que Borat estaria de volta no meio da pandemia. Em Fita de Cinema Seguinte, o repórter cazaque reaparece causando nas eleições americanas com seu humor anárquico: praticamente um manifesto anti-Trump.

Duas fitas de terror de estreantes também entram na discussão. O que Ficou para Trás (23:40) envolve imigrantes africanos numa trama de casa mal-assombrada. Já, Swallow (36:25) traz uma dona de casa de vida tão exemplar, e regrada, que acaba desenvolvendo uma estranha compulsão de engolir objetos.

No Momento Belas Artes à La Carte recomendamos um filme-concerto dirigido por Jonathan Demme. No Puxadinho da Varanda destacamos Tenet (52:16), o tão falado e adiado filme de Christopher Nolan, e o debate de mais 3 destaques da Mostra SP: o vencedor do Urso de Ouro, Não Há Mal Algum, o romeno Malmkrog e o português Mosquito. E, no Cantinho do Ouvinte, os comentários dos varandeiros sobre o episódio anterior. Bom Podcast!

| Varandeiros |

Chico Fireman @filmesdochico

Cris Lumi @crislumi
Michel Simões @michelsimoes
Tiago Faria @superoito

| Cinema na Varanda nas redes sociais |

Facebook: facebook.com/cinemanavaranda
Twitter: @cinemanavaranda
Instagram: cinemanavaranda
e-mail: podcastcinemanavaranda@gmail.com

Gravado na segunda, 2 de novembro, via internet.