EP 155: First Reformed | As Viúvas

[As Viúvas e a Mulher do Padre]

Em discussão esta semana, dois filmes com boas chances de entrar na corrida do Oscar. O veterano, e sempre renegado pela Academia, Paul Schrader retorna com First Reformed (16:20), explorando assuntos fortes como religião e ativismo ambiental. O roteiro e a atuação de Ethan Hawke têm chamado atenção nos prêmios da crítica.

E o cineasta inglês Steve McQueen lança seu primeiro filme desde o oscarizado 12 Anos de Escravidão. As Viúvas (54:59) é um thriller de assalto valorizado por temas urgentes, principalmente a questão do empoderamento feminino. A estatueta irá para Viola Davis?

Antes deles, o Boletim do Oscar (3:13)vem recheado com as últimas novidades, indicações e premiados. As Recomendações (1:19:58) destacam desde a estreia de Mata Negra a filmes em streamings como Cam e Happy as Lazzaro. E o Cantinho do Ouvinte repercute a os comentários dos nossos ouvintes. Bom podcast!

| Metavaranda |

First Reformed| Paul Schrader | 69
As ViúvasWidows | Steve McQueen | 48

| Varandeiros |

Chico Fireman @filmesdochico
Cris Lumi @crislumi
Michel Simões @michelsimoes
Tiago Faria @superoito

| Cinema na Varanda nas redes sociais |

Facebook: facebook.com/cinemanavaranda
Twitter: @cinemanavaranda
Instagram: cinemanavaranda
e-mail: podcastcinemanavaranda@gmail.com

Gravado na segunda, 3 de dezembro, na varanda do Michel.

Anúncios

2 comentários sobre “EP 155: First Reformed | As Viúvas

  1. olá Amigos
    Assisti First Reformed e apesar de concordar que ele se beneficiaria de um direção mais “forte” – ou simplesmente melhor – gostei do filme – achei que toca em temas importantes e com profundidade – gostei particularmente da cena do “encontro de jovens” que retrata com simplicidade como uma religião pode se deturpar – e mais do que um filme sobre a perda da fé, achei que o filme retratava muito bem a desesperança – o que acontece quando a nossa fé e nossos princípios falham em nos garantir as certezas que precisamos para levantar da cama de manhã. um filme que ficou comigo mesmo depois do fim dele… e isso sempre é positivo. um grande abraço.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s