EP 139: Oscar: Melhor Filme Popular e Outras Mudanças | O Animal Cordial

[Oscar: Art Popular]

A festa do Oscar tem perdido audiência, anos após ano. Para tentar recuperar seu público, três mudanças (7:12) foram anunciadas na semana passada. Elas estão causando uma chuva de criticas. Debatemos cada um delas, seus impactos e os prós e contras e perguntamos aos ouvintes: Quais categorias vocês gostariam que fossem incluídas ao Oscar? Ainda temos participação especial de Hélio Flores, lenda do Twitter cinéfilo, sobre o tema.

Nos cinemas brasileiros, a estreia do slasher O Animal Cordial (1:09:06), da diretora Gabriela Amaral Almeida, merece destaque. Violência e critica social em mais um filme nacional de gênero.

Cantinho do Ouvinte e Recomendações que incluem Christopher Robin, que estreia na próxima semana. Bom podcast!

| Metavaranda |

O Animal Cordial| Gabriela Amaral Almeida | 60

| Varandeiros |

Chico Fireman @filmesdochico
Cris Lumi @crislumi
Michel Simões @michelsimoes
Tiago Faria @superoito

| Cinema na Varanda nas redes sociais |

Facebook: facebook.com/cinemanavaranda
Twitter: @cinemanavaranda
Instagram: cinemanavaranda
e-mail: podcastcinemanavaranda@gmail.com

Gravado no domingo, 12 de agosto, na varanda do Michel.

Anúncios

8 comentários sobre “EP 139: Oscar: Melhor Filme Popular e Outras Mudanças | O Animal Cordial

  1. Olá, varandeiros!

    A discussão sobre os problemas do Oscar ajuda a lembrar que toda premiação é resultado dos preconceitos e valores daqueles que elegem. No fim das contas, acho mais interessante ver os prêmios como um raio-x dos jurados do que como evidência do “valor” de uma obra, algo que é sempre muito pessoal.

    Como as informações valiosas trazidas pelo Chico, o Historiador do Oscar ajudam a perceber, a Academia sempre teve noções discutíveis do que é um “bom filme”, ou até do que é um “filme”. As notícias sobre a diversificação do plantel de eleitores me deixaram animado, pois isso representa um incremento dos pontos de vista. Mas esse último anúncio me parece, além de mal calculado, precipitado. Por que não esperar o resultado da “abertura” da Academia antes de mudar mais alguma coisa?

    Enfim, torcendo aqui para que eles voltem atrás. Ooou então que chutem o balde de uma vez e incluam prêmios do tipo “melhor filme popular mas nem tanto”, “melhor filme que fez sucesso só em um nicho da audiência” ou “melhor trailer que não deu um filme tão bom assim ¯\_(ツ)_/¯”.

    Abraço, até semana que vem!

    Curtir

  2. Ao saber que foram divulgadas mudanças no Oscar, não dei muita bola. Esse ano temos assuntos mais sérios para pensar, como as eleições: nossos representantes serão escolhidos por voto popular.
    Mas ao ouvir o episódio passado, e saber que os críticos e a indústria foi contra, já passei a ter posição: sou a favor. Ficou parecendo que os críticos não querem que a audiência dê sua opinião. Afinal, do que a audiência sabe ? Para o críticos, não sabem de nada, só sabem comprar pipoca e assistir ao filme do horário mais próximo.
    Por que o medo pela mudança, do novo ? Por que o medo da voz do povo ? Será que a opinião popular não será aquilo que os críticos querem ? Então é melhor calar a voz popular, e só permitir a opinião da elite fechada que o tem o dom do conhecimento do cinema.
    Espero que o Oscar não mude de ideia, e vá em frente com esta intenção. Pode dar errado ? Sim pode. Neste caso, muda de novo, qual o problema ?
    Além disso, venho sugerir o voto popular também no Varanda Awards ! Por que só a panelinha de sempre, só os amigos (críticos) podem votar ? A opinião dos ouvintes do podcast não conta ? Será medo no resultado que a opinião popular dos ouvintes não ser aquela que vocês esperam ? Ou aceitam o desafio ?

    Atenção: o texto pode parecer furioso, mas não é. Não consegui transmitir o sarcasmo e a ironia que estou pensando ao redigir o comentário. Tenho muito respeito pela opinião de vocês, mas realmente sou a favor do voto popular: no Oscar e no Varanda Awards. Me destruam à vontade.

    Abraços !

    Curtir

    1. No Varanda Awards, acho que vale pensarmos nessa ideia de um voto do público.

      Já no Oscar… Olha. A tendência é que acabe virando briguinha de fã-clube. Por mim, tudo bem. Mas não sei se acrescentaria algo. No mais, aparentemente o público não terá vez na votação do Oscar, que será feita por integrantes da Academia (as regras, no entanto, não foram definidas ainda).

      Falaremos um pouco mais no episódio da semana.

      Abraço!

      Curtir

  3. Amigos dá Varanda,

    Mais interessante seria acabar com o Oscar de filme estrangeiro e criar Oscar de filme por continente. Talvez os filmes de outros países pudessem ganhar mais destaque e visibilidade… Mas, isso é só uma ideia.

    Curtir

  4. Alô Varanda! Gosto muito quando vocês trazem debates para o podcast além filme. O podcast fica bem mais gostoso. Sobre as mudanças das categorias do Oscar decidi conter um pouco minha opinião. Não sei se concordo ou discordo. Pois, não me agrada ver uma premiação se debatendo em questões que permeiam a audiência de transmissão do show. Estamos discutindo filmes ou os baixos índices de audiência? Estamos celebrando o cinema ou queremos ser a festa mais televisionada no mundo inteiro? É claro que sabemos que é necessário fazer circular o dinheiro, mas também não vamos nos agarrar a qualquer bote salva-vidas em prol de uma audiência ineficaz. Não que os filmes com maiores bilheterias sejam ruins. Mas onde ficam os filmes independentes nessa seara? Seria mais plausível uma discussão acerca dos filmes, de seus idealizadores, das pessoas que contribuem para essa indústria. Seria mais coerente a Academia abandonar essa fórmula de filme que concorre ao Oscar e olhar para o cinema de uma forma mais ampla e desnudas de preconceitos. Abandonar velhas roupas que já não cabem mais nos dias de hoje. Seria mais interessante, já que temos o Oscar de Melhor Ator e Melhor Atriz separados, uma categoria de Melhor Diretora por exemplo. Poderíamos ter uma categoria de Melhor Filme Estrangeiro, Melhor Filme de Língua Inglesa e Melhor Filme, poderia reunir nessa última categoria tanto os filmes de língua estrangeira como os filmes de língua inglesa. Porque não o Oscar de Melhor Primeiro Filme? Ou o Oscar de Melhor Cena, as vezes o filme não é tão bom assim, mas tem aquela cena que é absurdamente incrível e o seu método de construção emprega técnicas admiráveis. As mudanças propostas pela Academia só revela cada vez mais um olhar perdido e desatento na minha opinião. Um abraço!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s