Episódio 109: Assédio e Retratação

A semana foi quente nas polêmicas sobre assédio e os protestos das mulheres do cinema, com novos acusados de abuso sexual e debates após o manifesto de 100 francesas – entre elas, a atriz Catherine Deneuve. Voltamos a debater a polêmica (24:48) na edição desta semana.

Em destaque, dois filmes oscarizáveis: O Destino de Uma Nação (39:28), de Joe Wright, traz Gary Oldman como Churchill – ele é favorito ao prêmio de melhor ator. E a nova animação da Pixar, Viva – A Vida é Uma Festa (1:07:18), anda emocionando o público com uma homenagem bem americana à cultura do México.

No Boletim do Oscar (16:10), os Indicados ao Bafta, DGA e os vencedores do Critic’s Choice. E, claro, os tradicionais Cantinho do Ouvinte e Recomendações. Bom podcast!

METAVARANDA (média das notas dos filmes comentados na edição)

O Destino de uma Nação | Darkest Hour | Joe Wright | 55
Viva – A Vida é uma Festa | Coco | Lee Unkrich | 60

Gravado na segunda, 15 de janeiro, na varanda do Michel.

Anúncios

Episódio 108: O Cinema Veste Preto

O protesto, os premiados, os esnobados… O grande tema da semana é a cerimônia de premiação do Globo de Ouro (1:00:07). Batemos um papo sobre o movimento #TimesUp, em que a maior parte das estrelas de Hollywood se vestiram de preto, os altos e baixos da festa e sobre como fica a corrida do Oscar a partir de agora.

Antes disso, nossas opiniões sobre os dois principais filmes premiados em Cannes, que estreiam esta semana. A Palma de Ouro foi para o sueco The Square – A Arte da Discória, de Ruben Ostlund (10:50). Já o Grande Prêmio do Juri ficou com 120 BPM, de Robin Campillo (38:38). Prêmios merecidos?

Ainda: Boletim do Oscar com os indicados ao PGA, o nosso Cantinho do Ouvinte e, nas Recomendações (1:42:43), o fenômeno do “isso é muito Black Mirror”. Bom podcast!

METAVARANDA (média das notas dos filmes comentados)

The Square – A Arte da Discórdia | Ruben Östlund | 45
120 Batimentos por Minuto | 120 Battements par Minute | Robin Campillo | 65

Gravado na segunda, 8 de janeiro, na varanda do Michel.

Episódio 107: 2018: Altas Expectativas

Ano vai, ano vem e a expectativas dos cinéfilos se renova. Afinal, o que podemos esperar do cinema no ano que se inicia? Os varandeiros pesquisaram muitos dos títulos que prometem agitar os cinemas e os festivais em 2018, entre Blockbusters, Super-Heróis e o cinema mais autoral, e debatem parte dessa imensa lista de Altas Expectivas (16:47).
Não podemos esquecer que na última semana do ano, o novo filme de Woody Allen, chegou ao Brasil. Roda Gigante (58:30) prometia até uma indicação ao Oscar a Kate Winslet, veremos se o filme agradou e se pode surpreender na temporada de premiações.
Cantinho do Ouvinte com repercussões do Varanda Awards 2017. No Boletim do Oscar (8:00), os preparativos para o Globo de Ouro e os indicados aos premios dos sindicatos.
Nas Recomendações (1:10:45), destaque para o francês vencedor do Camera D’or – Jovem Mulher, e comentários vapt-vupt que para três filmes que poderiam até ser pauta, mas nem mereceram. O Varandeiro do Zodíaco explica o signo de Capricórnio (1:21;25). Bom podcast e Feliz 2018!

METAVARANDA (média das notas dos filmes comentados na edição)

Roda Gigante | Wonder Wheel | Woody Allen | 45