Episódio 85: Nolan vai à Guerra

Um dos cineastas mais lembrados (para o bem ou para o mal) nas conversas entre os varandeiros Chico Fireman, Cris Lumi, Michel Simões e Tiago Faria é o tema do episódio desta semana: Christopher Nolan (1:04:45). O papo segue a lógica do diretor: traz muitas linhas temporais, tem reviravoltas e tenta desvendar as tramas engenhosamente construídas pelo britânico.

Seu novo filme, Dunkirk (7:56), vem conquistando grande parte do público e da critica. Temos uma unanimidade em 2017? E mais: é para tanto? Já podemos antecipar os principais resultados do Oscar 2018? Como o diretor se sai em seu primeiro trabalho que retrata um grande momento histórico? Quais são as marcas principais de um estilo que provoca reações intensas?

E mais: Cantinho do Ouvinte e Recomendações. Bom podcast!

METAVARANDA (média das notas do filme comentado na edição)

Dunkirk | Christopher Nolan | 68

Gravado no domingo, 30 de julho, na varanda do Michel.

14 comentários sobre “Episódio 85: Nolan vai à Guerra

  1. Oi, pessoal!
    Esse episódio foi muito polido, achava que ele ia ser mais passional. kkkk
    De um modo geral, acredito que estou mais para #teamnolan do que pra hater; gosto muito de ‘A origem’ e do ‘Cavaleiro das trevas’ (até o ‘Interestelar’ eu gosto até a metade. Kkkkkkkkkk). Mas ‘Dunkirk’ não funciona para mim; a primeira sequência, até a chegada na praia, foi fantástica! Ali, pensei que ia adorar o filme, até ter a cena do bombardeio, onde os soldados sobreviventes simplesmente levantam e vida que segue;você não vê o desespero de alguém que foi atingido, mas sobreviveu, por exemplo. As coisas são coreografadas demais, não consegui sentir o terror que um bombardeio vivido de dentro deveria me causar, talvez minha imersão não tenha sido tão eficiente. Uma coisa que me chamou a atenção é que é tudo muito limpo (um oposto do ‘Até o último homem’ que você precisa passar um pano no rosto pra limpar o sangue).
    Eu não consegui me envolver com os personagens e concordo com a Cris e o Chico, pra mim houve uma pasteurização dos atores, onde eu não conseguia nem diferenciá-los e nem me importar com aquelas pessoas (o que acho que é uma falha do roteiro também; pois o núcleo com o qual consigo ter um real de interesse é o do barquinho). A pá de cal no roteiro foi aquele diálogo no trem perto do final, sofrível! Ainda tive um bônus na minha sessão: sentei ao lado de uma menina que tinha ido ver o Harry Styles e, cada cena que ele aparecia, ela batia palmas silenciosas(!). Nunca torci tanto para um personagem morrer!
    Enfim, episódio divertido como sempre e já estou aguardando esse episódio do pós-horror!
    Abraço

    Curtir

    1. Curioso saber que o filme não funcionou pra você. Tenho ouvido alguns comentários de pessoas que não conseguiram ‘entrar’ no filme e, pra mim, isso é quase inacreditável. Mesmo se eu não quisesse, acho que o filme teria me empurrado pra dentro dele, rs. Achei bem envolvente, ainda que eu tenha lá o meu pezinho no clube dos haters do Nolan.

      Abraço!

      Curtir

  2. Revi esses dias ‘A Fonte da Donzela’ e ‘Stalker’ e pensando nessa questão dos “diretores de humanas”, acho que Bergman e Tarkovsky são dois grandes exemplos dessa espécime.

    Curtir

  3. Varandeiros,

    Devo confessar que gostei de ter meu bate-papo citado pelo Thiago ao longo da conversavde vocês.

    Ainda que eu goste do Nolan de filmes menos grandiosos.

    Estes que desejam ser definidores de gêneros cinematográficos.

    Devo dizer que o melhor filme do Nolan é o Cavaleiro das Trevas exatamente por marcar uma tendência aos filmes de herói (ainda que a Marvel tenha ofuscado bastante isso).

    Apesar disso, penso de Dunkirk vale como obra e nos permite emergir no cinema, mas somente a técnica não é suficiente para ser um grande cinema.

    Faltou a Nolan ouvir o silêncio… Os filmes mudos, que usavam incessantemente música, faziam isso… Nola não.

    Daria 6,5

    Curtir

Deixe uma resposta para Rafael Cezar Argemon Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s