Episódio 80: Todas as Formas de Paranoia

Intrigas políticas, ameaças tecnológicas, o mal-estar das relações humanas… De quais maneiras o cinema está tratando, ou já tratou, a nossa paranoia de cada dia (9:47)? No episódio da semana, Chico Fireman, Cris Lumi, Michel Simões e Tiago Faria batem um papo sobre um tema que sempre esteve presente na história do cinema… e que vem se mostrando bastante atual.

Já que o assunto é paranoia, nossas opiniões sobre duas estreias da semana que se encaixam nesse filão. De carreira indie, e figurinha carimbada no Festival de Sundance, o diretor James Ponsoldt tem seu primeiro trabalho de grande orçamento em O Círculo (19:38), dirigindo Emma Watson e Tom Hanks numa espécie de Black Mirror à Hollywood.

Já o jovem cineasta Trey Edward Shults, que ganhou destaque com o drama Krisha, agora lança Ao Cair da Noite (49:09), um terror psicológico sobre a luta pela sobrevivência.

O Varandeiro do Zodíaco, nosso canceriano Aílton Monteiro, explica como o cinema influencia os cancerianos. E mais: Cantinho do Ouvinte, dois filmes brasileiros nas recomendações e rápidas impressões sobre Twin Peaks e o universo de David Lynch. Bom podcast!

METAVARANDA (média das notas dos filmes comentados na edição)

O Círculo | The Circle | James Ponsoldt | 30
Ao Cair da Noite | It Comes at Night | Trey Edward Shults | 55

Gravado na segunda-feira, 26 de junho, na varanda do Michel.

Anúncios

Episódio 79: Varanda à Francesa

Qual é o cinema francês (11:03) que chega aos cinemas brasileiros? Na reta final do Festival Varilux, Chico Fireman, Cris Lumi, Michel Simões e Tiago Faria batem um papo sobre a presença francesa nas nossas salas, das produções autorais às mais comerciais. Em destaque, dois filmes que estão em exibição no ciclo: Frantz (19:16) é o novo trabalho do eclético diretor François Ozon. Já o cineasta Alain Guiraudie volta a causar incomodo com Na Vertical (34:48).

Os varandeiros também discutem Colossal (53:15), misto de indie americano e filme de monstro, com Anne Hathaway e direção do espanhol Nacho Vigalondo. E mais: Cantinho do Ouvinte, as sempre caprichadas Recomendações e uma geral no Olhar de Cinema (7:58), festival que cresce em Curitiba. Bom podcast!

METAVARANDA (média das notas dos filmes comentados na edição)

Frantz | François Ozon | 58
Na Vertical | Rester Vertical | Alain Guiraudie | 68
Colossal | Nacho Vigalondo | 34

Gravado na segunda, 19 de junho, na varanda do Michel.

Episódio 78: Deixe a Luz Acesa

Os filmes mais assustadores, aqueles que tiraram o sono de Chico Fireman, Cris Lumi, Michel Simões e Tiago Faria, ganham espaço na Varanda esta semana. Excepcionalmente neste episódio, substituímos o Cantinho do Ouvinte por áudios especiais de Ailton Monteiro, Ana Clara Matta, Henrique Miura e Rafael Argemon. Eles comentando suas experiências com filmes aterrorizantes. E você, tem um filme assustador? Conte para a gente no nosso site, Twitter ou Facebook, que vamos trazer as opiniões no próximo Cantinho do Ouvinte.

Aproveitamos o tema sinistro para destacar dois títulos de terror da safra mais recente. De um lado a boa surpresa A Autópsia (32:18). Do outro, o nacional O Rastro (39:38), que transforma um hospital desativado no Rio de Janeiro em palco para uma história perturbadora. Nas recomendações, um artigo de imprensa sobre séries para TV, o drama adolescente Antes que Eu Vá e outros dois filmes que chegaram agora às plataformas de streaming. Bom podcast!

METAVARANDA (média das notas dos filmes comentados na edição)

A Autópsia | The Autopsy of Jane Doe | André Ovredal | 65
O Rastro | JC Feyer | 45

Gravado na segunda, 5 de junho, na varanda do Michel.

Episódio 77: A Princesa Amazona e o Explorador da Amazônia

No episódio da semana, Chico Fireman, Cris Lumi, Michel Simões e Tiago Faria conversam sobre dois filmes que, aparentemente, pouco têm em comum. Mas só aparentemente.

Fenômeno de bilheteria, sucesso de critica. Finalmente um filme de super-heróis protagonizado e dirigido por uma mulher. Mulher-Maravilha (11:30) seria o melhor filme da DC? E pode ser considerado 100% feminista?

A outra estreia destaque da semana também é ambientada no início do século 20, por volta da I Guerra, trata de um mundo utópico e tem um personagem desbravador… Z – A Cidade Perdida (59:15) apresenta uma visão de descoberta dos europeus civilizados na Floresta Amazônica habitada por índios. Antes de falar sobre o filme, aproveitamos para debater o cinema do seu diretor James Gray (48:23), de longas como Amantes e Era uma Vez em Nova York.

E mais: Cantinho do Ouvinte e recomendações. Bom podcast!

METAVARANDA (média das notas dos filmes comentados na edição)

Mulher-Maravilha | Wonder Woman | Patty Jenkins | 64
Z – A Cidade Perdida | The Lost City of Z | James Gray | 70

Gravado na segunda, 5 de junho, na varanda Michel.